sexta-feira, agosto 19, 2005

Projecto Santuário

Ajude a ANIMAL a preparar a criação do primeiro santuário para animais em Portugal :: Diga-nos o que pensa deste projecto, como gostaria de o ver realizar-se e de que maneira pode e quer ajudar este projecto a concretizar-se

"Um santuário para animais é um espaço que existe exlclusivamente para acolhimento, preservação e protecção dos animais que neste são mantidos. Um santuário é um espaço muito amplo, fora das cidades, onde se recriam o mais possível as condições dos habitats naturais onde os animais que neste são protegidos viveriam, se nunca tivessem sido retirados do seu meio selvagem ou se lá tivessem nascido. Num santuário, os animais que aí são protegidos têm a oportunidade de passar o resto das suas vidas em segurança e em regime de semi-liberdade (porque os santuários são, para protecção dos animais, vedados e de acesso impedido ao público), vivendo em espaços especialmente pensados e criados para que se sintam o mais seguros e tranquilos possível, num ambiente o mais natural possível, para que se sintam em equilíbrio e possam reproduzir os seus comportamentos naturais livremente. Um santuário não tem fins lucrativos e não recebe visitas do público, menos ainda a troco de pagamento. Cada animal que vive num santuário é tratado como um indivíduo que importa por si mesmo e que merece todo o respeito, consideração, cuidado e protecção. Habitualmente, os santuários são criados para poderem receber e proteger permanentemente animais que tenham sido resgatados de situações de abandono, violência, maus tratos ou negligência, e têm uma equipa técnica de médicos veterinários, biólogos e etólogos cuja tarefa é garantir que cada animal recebido no santuário e ali protegido seja adequadamente tratado e recuperado, tanto física quanto psicológica e emocionalmente. Frequentemente, os santuários recebem animais resgatados de redes de tráfico de animais, de circos, parques zoológicos ou outras actividades cruéis de entretenimento em que sejam usados animais. É também comum serem protegidos animais que tenham sido resgatados de laboratórios de experimentação ou de quintas de peles. Os santuários costumam também estar preparados para receber vacas, porcos, galinhas, ovelhas, cavalos, burros e outros animais habitualmente usados em explorações pecuárias que tenham sido vítimas de especial crueldade ou de abandono. Além disso, os santuários podem também estar preparados para receber e proteger aves feridas, animais feridos por caçadores, cães e galos resgatados de combates de animais, animais de companhia que tenham sido abandonados ou violentados, entre outros. Um santuário tanto pode estar preparado para receber animais de espécies domésticas como de espécies selvagens, como pode ainda estar também vocacionado para recuperar e conservar animais de espécies protegidas. Um santuário para animais é, no fundo, um espaço dedicado a beneficiar e proteger os animais e onde a vida, a felicidade e o bem-estar destes são valores invioláveis. Pode ver exemplos de santuários em
www.ranchodosgnomos.org.br, http://farmsanctuary.org, www.hillside.org.uk, www.monkeysanctuary.org, www.monkeysanctuary.com, www.animalsanctuary.org e www.shambala.org.

Apesar de estarmos em 2005 e de quase todos os países no mundo terem pelo menos um santuário para animais, Portugal não tem sequer um santuário. Em Portugal, a apreensão e o resgate de animais selvagens é extraordinariamente dificultado por esta circunstância, sendo comum as autoridades apreenderem animais e nomearem os seus próprios proprietários (aos quais os animais foram apreendidos por se encontrarem em situação
ilegal ou de sofrimento) como fiéis depositários. Alternativamente, quando animais são apreendidos, ou são entregues a parques zoológicos e aumentam a colecção destes, o que equivale a um aumento do lucro que estes retiram da exibição de animais (para prejuízo destes), ou são abatidos por não haver espaço algum para onde possam ser enviados e onde possam ser protegidos. Frequentemente, os processos de apreensão de animais nem sequer se iniciam exactamente porque não há sequer um espaço realmente preparado e a funcionar para receber e proteger animais que sofreram em redes de tráfico, em circos, em zoos, em combates, em qualquer situação de maus tratos ou no cruel mas tristemente comum abandono.

É por todas estas razões que a
ANIMAL está a desenvolver o “Projecto Santuário”, um projecto para a criação do primeiro santuário para animais em Portugal. É infelizmente fácil identificar uma vasta série de problemas que afectam os animais em Portugal e para os quais a existência de uma autêntica rede de santuários seria necessária e urgente. Porém, o primeiro passo será criar um santuário que tenha condições excepcionais para receber, recuperar e proteger todos os animais que nele possam ser instalados. Idealmente, este seria o primeiro de uma rede de santuários a desenvolver no futuro. Este projecto exige, contudo, pelo menos um terreno de muito grandes dimensões, fundos para a preparação do terreno e ajustamento deste às características e necessidades dos animais que o santuário receberia, para a criação de uma clínica veterinária para garantir o acompanhamento médico de todos os animais recebidos e protegidos no santuário, uma estação técnica para funcionar como base para a equipa técnica do santuário, fundos para a criação e manutenção de um sistema de segurança, fundos para os salários dos técnicos do santuário cuja tarefa seria apoiarem os animais, veículos para o resgate e o transporte de animais e para a segurança do santuário, entre outras necessidades fundamentais para que um santuário pudesse ser criado.

Porque é urgentemente necessário para os animais em Portugal, a ANIMAL tem o “Projecto Santuário” em estudo e desenvolvimento, mas, para que este se concretize, precisa da sua ajuda. Se este projecto lhe interessar e se de algum modo quiser colaborar com o seu desenvolvimento e realização, por favor escreva para
projectosantuario@animal.org.pt e diga-nos o que pensa deste projecto, que sugestões lhe ocorrem acerca do mesmo, como gostaria de o ver realizar-se *e de que maneira poderá e quererá ajudar este importante projecto a realizar-se* em Portugal."

6 Comments:

Anonymous puppydog said...

É uma boa ideia, espero que se concretize...

8:00 da tarde  
Anonymous Fábio santps said...

Gostava de ajudar...mas ñ sei como........ um projecto desses sai mt caro.......mas espero todo de melhor pra ele.....

nossosanimais.blogs.sapo.pt

5:09 da tarde  
Blogger AnJu said...

é uma optima ideia, esperar que se consiga realizar !

11:46 da manhã  
Blogger Margarida said...

Olá! Gostei do blog, gostei da ideia da divulgação da causa animal... sei bem quais os problemas q os nossos amiguinhos enfrentam e é pena sermos poucos a lutar por esta causa! Li todos os posts do blog e tenho q dizer q há um post que acho desnecessário, o facto de a Mariza ir actuar a uma tourada ñ faz dela menos inteligente, válida ou humana... criticar, lutar ou defender as causas q acreditamos é valido sempre, mas ñ seremos inferiores por agredirmos desta forma pessoas q apenas fazem o seu trabalho? E outra coisa q me deixou triste... li um comentario de alguem q nesse post comentou como anonimo e q criticou a forma como o post foi escrito e q ñ foi bem recebido... depois li outros comentarios anonimos q por concordarem com a vossa opinião ñ foram criticados. E pensei, como podem as coisas mudar qd nenhum dos lados aceita criticas, ter a mente aberta é meio caminho pra q as coisas se modifiquem! Beijinhos e ainda bem q este cantinho existe!

4:09 da manhã  
Blogger Wakewinha said...

Margarida, da nossa parte não tem havido qualquer edição dos comentários, nem dos bons, nem dos maus! Talvez os anónimos que defenderam a nossa posição não tenham recebido quaisquer acusações por uma simples questão: são mais as visitas dos que nos apoiam, do que aquelas dos que estão contra nós!
Obrigada pela visita e volta sempre.

6:02 da tarde  
Blogger Shoter said...

Eu acho esta iniciativa muito boa. Espero que consiga realizar-se em breve.

10:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home